quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Haiti: Contingente UNPOL brasileiro reduzido em 50 %

O contingente policial brasileiro na Missão de Paz das Nações Unidas no Haiti - MINUSTAH - o qual aparece completo na foto acima (Ten Pujol, TCel Issa, Cap Popov e Ten Azevedo) está reduzido à metade desde o início deste mês de fevereiro.
Isto se deve ao fato de que dois Oficiais retornaram ao Brasil por término de missão (End of Mission - EOM). O primeiro a retornar foi o 1 º Tenente Pujol, da Polícia Militar da Bahia, ainda no final de dezembro de 2011. Durante os 12 meses em que esteve no Haiti, o Tenente Pujol deu continuidade à tradição brasileira de ter policiais trabalhando na Diretoria de Operações da MINUSTAH. Na foto abaixo vemos o Tenente Pujol em uma atividade de reconhecimento aéreo.

Já o 1º Tenente Azevedo, da Polícia Militar do Paraná, que atuou na unidade UNPOL de cinófilos sediada no Aeroporto Intenacional Toussaint Louverture, teve o seu EOM no último dia 31 de janeiro.
Como já ocorreu nas substituições de efetivo anteriores, os Oficiais substitutos ainda vão demorar para se juntar ao TCel Issa (PMBA) e ao Capitão Popov (PMDF). O Capitão Sérgio Carrera, da Polícia Militar do Distrito Federal, publicou um texto em seu blog Missão de Paz onde informa que o Comando da PMDF indicou, na última segunda-feira, um Oficial para integrar a MINUSTAH. Este Oficial já deve ter iniciado aos procedimentos administrativos necessários para o embarque, no entanto, até que seja entrevistado e seja expedida a autorização de viagem (Travel Authorization), normalmente decorrem mais de 90 dias.
Esperamos que o trâmite burocrático possa ser mais célere desta vez e que o contingente UNPOL brasileiro esteja novamente completo em breve.

4 comentários:

Robson Cordeiro disse...

Companheiro, estou terminando os entraves de documentação, principalmente sobre o armamento e munições, aguardando o contato/entrevista, para que possamos chegar o mais breve e compor esse efetivo. Major Robson - PMPE

Cap Marco disse...

Major Robson

É bom saber que já existe Oficial em estágio mais avançado no processo de embarque para a MINUSTAH.
Major, apenas para o senhor ter uma ideia, o último efetivo que embarcou para o Timor o fez 54 dias após a entrevista telefônica. O efetivo que está esperando a autorização de viagem para o Sudão do Sul, incluindo eu, realizou a entrevista no início de novembro.
Esperamos que na MINUSTAH o trâmite seja mais rápido.
Continuemos a manter contato Major

Cap Marco

Robson Cordeiro disse...

Companheiro Marco, estou com umas dúvidas e se puder me atualizar agradeço.

Primeiro é sobre a questão comunicação no HAITI, deixo meus celulares ou não? O sistema de celulares de lá esta ok para celulares?

Recebi a informação do Ten Morais PMSE que por lá existe um plano para aparelhos BLACKBERRY de Internet à US$25,00/mês.

O acesso aos EUA saindo da Missão é livre, caso eu esteja de CTO, ou dependo do visto normal, que eu tb possuo mas no meu outro passaporte comum?

Medicamentos e repelentes são fáceis por lá?

E por fim qual seriam as roupas e/ou uniformes para que eu não leve nada de mais ou de menos?

Antecipadamente Obrigado!

Maj Robson PMPE. CHOQUE !!

Cap Marco disse...

Major Robson, entre em contato comigo pelo e-mail cap_marco @hotmail.com e poderemos trocar maiores informações. Posso lhe fornecer o e-mail do TCel Issa, PMBA, que está atualmente no Haiti e pode lhe dar informações atualizadas sobre a questão de comunicação.
Grande abraço