quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Haiti: End Of Mission do Capitão Algenor

O Capitão Algenor Teixeira Filho (foto acima), da Polícia Militar do Estado do Amazonas, chegou ao Brasil no último dia 17 de janeiro após concluir o seu tempo de serviço na Missão da Paz da ONU no Haiti - MINUSTAH. Foram 24 meses In The Service of Peace em solo haitiano, sendo 12 meses de serviço normal e mais duas extensões de seis meses.
O Capitão Algenor recebeu a primeira extensão em janeiro de 2010, em meio à tragédia provocada pelo terremoto que assolou o Haiti. A permanência de UNPOLs experientes e adaptados à missão naquele momento foi fundamental para que a MINUSTAH pudesse se reerguer rapidamente e oferecer o suporte necessário na área de segurança pública à população haitiana nos primeiros meses que se sucederam ao desastre.
Durante todo o período em que esteve no Haiti o Capitão Algenor desempenhou com destaque a função de Comandante do Contingente Policial Brasileiro - Contingent Commander. Sempre preocupado em assegurar que nossos policiais, ao chegar na missão, fossem designados para funções-chave dentro da estrutura organizacional da MINUSTAH, o Capitão Algenor, usando da diplomacia e da boa reputação que angariou no transcorrer de seu tour of duty, conseguiu romper barreiras internas e colocar todos os brasileiros em funções importantes nas unidades pertencentes à Diretoria de Operações da Missão - DIROPS. Foi por este motivo que no primeiro contingente policial brasileiro comandado pelo Capitão Algenor (2009), o Capitão Bassalo, da Polícia Militar do Estado do Pará - PMPA, assumiu a Unidade de Crowd Control (foto abaixo) e o Tenente Heberton, da Polícia Militar do Distrito Federal - PMDF - assumiu coordenação da UNPOL/HNP SWAT Unit.Já no segundo contingente (2010), o Capitão Algenor gestionou junto ao comando da Missão e conseguiu com que o Tenente Couto, da Polícia Militar do Estado de Pernambuco - PMPE - fosse designado como o primeiro comandante da K9 Unit, primeira unidade policial haitiana especializada em emprego de cães. Bem como, o Capitão Honda - PMAM - e o Capitão Tadeu, da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro - PMERJ - fossem designados para a Unidade de Coordenação de Operações policiais, ficando todos os brasileiros na DIROPS. Abaixo o Capitão Honda (em pé à esquerda) e o Capitão Tadeu (em pé ao centro) aparecem durante reunião preparatória para uma operação policial.

Durante seu comando, o Capitão Algenor manteve contato com inúmeras autoridades brasileiras e estrangeiras, oportunidades em que sempre argumentou e defendeu o aumento do efetivo policial brasileiro na MINUSTAH, como no caso da foto abaixo onde ele aparece ao lado do Ministro da Defesa, Nelson Jobim, durante visita do Ministro às tropas brasileiras em Porto Príncipe.
Em algumas ocasiões este anseio de aumento do efetivo e, por consequência, da importância do Brasil dentro do braço policial da MINUSTAH também foi relatado ao Embaixador brasileiro no Haiti, Igor Kipmann, o qual aparece na foto abaixo junto ao contingente UNPOL brasileiro de 2010.
Foram dois anos de intenso trabalho nos quais o Capitão Algenor comandou várias operações policiais, como nos mostram as fotos abaixo. Em especial a "Operação Anaconda" (foto abaixo) realizada no final de agosto de 2009, oportunidade em que o Capitão Algenor comandou um efetivo de 130 homens composto por UNPOLs e policiais haitianos e que resultou na destruição de mais de 12 mil pés de maconha prontos para a colheita e 150 kg da droga pronta para a comercialização, tornando-se a maior apreensão de drogas feita pela MINUSTAH desde o início da missão em 2004. Esta operação ganhou destaque na impresa internacional, conforme o texto publicado em 1º de setembro de 2009. (clic sobre a data anterior para acessar o texto na íntegra). Ou ainda, as operações policiais na famosa favela de Cité Soleil, como no caso da operação realizada em maio de 2010 com objetivo de prender fugitivos da Penitenciária Nacional, na qual o Capitão Algenor concedeu entrevista à imprensa dando os detalhes do trabalho da UNPOL no local. Este vídeo foi postado aqui no blog em 27 de maio de 2010.(clic na data anterior para acessar o vídeo).

O excelente serviço prestado, a capacidade de comando nas operações policiais e de articulação com os demais setores da missão (civis e militares), bem como o bom relacionamento com o comando da MINUSTAH renderam ao Capitão Algenor a segunda extensão de seis meses, no segundo semestre de 2010.

Por fim, a dedicação do Capitão Algenor ao serviço policial das Nações Unidas teve o reconhecimento formalizado em Dezembro do ano passado quando este valoroso policial brasileiro perfilou-se em local de destaque junto a Oficiais do Estado-Maior do BRABATT durante a cerimônia de Medal Parade brasileira e recebeu das mãos do Representante Especial do Secretário Geral da ONU no Haiti - SRSG - Edmond Mulet a Medalha "In Service Of Peace".

Parabéns ao Algenor pela dedicação e entusiasmo com que representou e enalteceu o nome do Brasil e de sua Corporação, a Polícia Militar do Estado do Amazonas, na comunidade de nações que integram a Missão de Paz da ONU no Haiti!

Um comentário:

Ricardo disse...

Parabens aos Cap Algenor. Tive a oportuidade de testemunhar a capacidade de comando e planejamento do nosso Oficial. Destaque a sua moral elevada, camradagem e resistencia durnate as operacoes pos terremoto. CAp Algenor , e um orgulho conhcer valorosos oficiais e espero reve-lo na ONU ajudando na seguranca do mundo inteiro...Parabens e que desfrute cada segundo com a sua familia...Cap Ricardo Freitas BMRS- OHCHR SSS .