terça-feira, 23 de novembro de 2010

Haiti: Vídeo mostra a conturbada história política do país que se prepara para as eleições no próximo domingo

A semana que antecede ao pleito eleitoral no Haiti, previsto para o próximo domingo, está sendo bastante agitada. No dia 21 de novembro, quatro dos dezenove candidatos à Presidência emitiram comunicado oficial conjunto requerendo o adiamento das eleições em virtude da epidemia de cólera que assola o país. Embora as pesquisas indiquem que nenhum destes candidatos tenha chance de vitória, o comunicado, de certa forma, trás fatos novos ao pleito e aumenta a tensão. Por outro lado, a esposa do ex-Presidente Leslie Manigat, Mirlande Manigat (foto), 70 anos, candidata apontada pelas pesquisas como tendo grande possibilidade de vitória, ressaltou que "não é razoável falar de adiamento. Estamos em um ponto no qual as pessoas estão preparadas para votar".

Outro canditato que aparece com chances de vitória nas pesquisas é Jude Celestin (foto), 48 anos, o qual enfrentou um incidente ontem na cidade de Jeremie durante um comício de sua campanha eleitoral. Um ônibus onde estavam seus correligionários foi alvo de disparos de arma de fogo quando chegava à cidade, tendo como resultado várias pessoas feridas. O candidato, em seu discurso, defendeu a não violência e pediu para que o povo responda ao atentado através do voto no domingo.

O Haiti tem uma história política conturbada desde a sua independência, muitos dos Presidentes foram derrubados por movimentos políticos contrários. Ao pesquisar na página do candidato Jude Celestin, encontrei um vídeo de aproximadamente 10 minutos que retrata um pouco a trajetória política daquele país caribenho. O vídeo mostra a foto de todos os ex-Presidentes informando, por exemplo, quais completaram o governo (full term), morreram durante o mandato (died in office) ou foram destituídos à força (overthrown). Interessante para constatar que a grande maioria sofreu um golpe de Estado. E muitos dos que assumiram o poder em decorrência de um golpe, também foram derrubados, numa sequência interminável de disputas políticas.

(Fonte: site AFP , Straitstimes, Judecelestin2010)

video

Esperamos que as eleições do dia 28 de novembro, através da qual os haitianos elegerão o Presidente, Deputados e Senadores, transcorram dentro da normalidade esperada e que o Presidente escolhido democraticamente pelo povo possa conduzir o país à uma estabilidade interna, com um governo que busque o diálogo com as várias correntes políticas e que, sobretudo, alcance avanços significativos nas áreas sociais.

Nenhum comentário: