terça-feira, 27 de julho de 2010

Helicóptero da UNAMID teria sido sequestrado no Sudão

Agências internacionais de noticiais haviam divulgado hoje pela manhã que um helicóptero da companhia aérea russa UT Air, a qual presta serviço às Nações Unidas, havia desaparecido horas antes na província sudanesa de Darfur provavelmente em conseqüência de um seqüestro praticado por rebeldes da região. O helicóptero, modelo Mi-8MTV, o mesmo utilizado em missões como a do Haiti (foto), contava com uma tripulação de quatro russos e transportava cinco passageiros sudaneses.
No início da tarde a companhia aérea divulgou nota oficial informando que a aeronave já retornou a sua base, desmentindo o suposto seqüestro. Segundo a empresa, o helicóptero fazia um voo entre Sudão e Chade e foi retido por autoridades locais durante uma escala em território sudanês, os ocupantes não sofreram nenhum tipo de dano. O comunicado informa ainda que a ONU, conjuntamente com a embaixada russa e representantes da empresa conduzirão uma investigação para esclarecer por completo o caso. A embaixada russa fez questão de esclarecer que a aeronave fazia um vôo regular de serviço para UNAMID – Missão de Paz conjunta das Nações Unidas e da União Africana em Darfur.
O estranho desta notícia é que estes voos regulares são comuns em todas as missões, fazendo rotas pré-determinadas com escalas autorizadas e utilizando somente aeroportos credenciados, ou seja, não haveria motivo para que a aeronave fosse retida justamente por autoridades locais. O caso realmente merece uma investigação mais aprofundada.

No vídeo abaixo podemos ver um desses helicópteros chegando ao aeroporto da base da ONU em Porto Príncipe proveniente de uma cidade do interior do país.

video

Nenhum comentário: